Nosso blog

Cuidados com seu animal

ALIMENTAÇÃO:
O filhote deve estar acostumado com ração seca, é muito importante que não haja mudança pelo menos nos primeiros quinze dias (nem na marca da ração nem no modo como ele é alimentado), para evitar do filhote estranhar e se estressar.
• Os filhotes comem várias vezes ao dia quando pequenos;
• Os filhotes passam a comer menos à medida que vão crescendo; assim, reduza o número de refeições gradativamente. O adulto (a partir de 1 ano) come 1 a 2 vezes ao dia;
• A quantidade conforme orientação do fabricante da ração.
• É normal, filhotes apresentarem diarréia quando mudam de ambiente, mas isso pode ocorrer nos 3 primeiros dias, depois normaliza.
• Restos de comida, doces, massas e tudo o que não for prescrito pelo veterinário deve ser evitado, mesmo que o cão goste ou queira comer. O cão que “pede” comida da mesa dos donos deve ser repreendido ou retirado do local das refeições familiares;
• Mudanças alimentares devem ser feitas gradativamente ou o animal poderá apresentar diarréia;
• Água fresca deve ser oferecida á vontade

ENXOVAL:
• Cercadinho
• Caminha
• Cobertor ou forrinho mais fresco dependendo da época do ano.
• Toalhas de banho
• Toalhas de rosto
• Vasilha de água, de preferência de inox e ou bebedor
• Vasilha de comida de preferência de inox.
• Tapete higiênico ou jornais para as necessidades, colocar num canto do cercado, no lado oposto da cama e longe da água e da comida.
• Brinquedos como bichinhos de pelúcia, bolinhas, etc., se fizerem barulho tipo chocalhos melhor, eles adoram.
• Guia para passeio depois dos quatro meses.

HIGIENE:
• Higiene: filhotes não devem tomar banho (EM PET) até ter tomado todas as vacinas.
• A higiene pode ser feita com lenços umedecidos sempre que necessário.
• As orelhinhas devem ser limpas com cotonetes com produtos especiais (Epiotic ou Limpinho) ou umedecidos numa mistura de meio a meio de água e álcool, tendo cuidado para não machucar.
• Limpar os olhos com soro fisiológico, diariamente.
• A escovação deve ser diária, com escova especial sem bolinhas nas pontas, ou pente com dentes de aço, para evitar embolar os pêlos. Amido de milho colocado no pêlo seco ajuda a desembolar.
• O xampu pode ser usado da Bixo Limpo, para pêlos escuros de Melanina.

DENTIÇÃO:
• A troca de dentes se inicia com 3,5 meses de idade e termina aos 6 meses. O cão tem grande tendência a formar tártaro, o que provoca o mau-hálito e a perda precoce dos dentes permanentes. A cárie também ocorre em animais que recebem alimentos doces com freqüência. Existem serviços odontológicos especializados para cuidar dos dentes do seu cão.
• A higiene da boca do cão pode ser feita através de escovação. Existem escovas e pastas dentais para cães. A escovação deve ser feita 2 a 3 vezes por semana, no mínimo. Embora seja o método ideal, nem todos os cães aceitam e muitos donos não conseguem manter a freqüência de escovação. A escova também pode ser substituída por um chumaço de algodão esfregado nos dentes do animal.
• Pedaços de cenoura crua devem ser oferecidos entre as refeições para que o cão seja estimulado a roer, assim como: C.E.T. da Virbac, ossos artificiais (couro) ou naturais (joelho de boi). O ato de roer é a escovação natural do cão, mas muitas vezes somente ela não impede o acúmulo de tártaro e o mau-hálito. Conheça um pouco dos problemas odontológicos no cão.

OUTROS CUIDADOS
Vai ser fácil educar seu filhote, pois cães são higiênicos por natureza. Com pouquinho de atenção, paciência e perseverança, tudo vai ficar mais fácil e ele irá aprender rapidinho. Basta levar em consideração alguns princípios básicos. Cães costumam definir três áreas bem distintas:

• Local para dormir, onde deverá estar sua caminha.
• Local para defecar e urinar, geralmente sobre folhas de jornal ou tapete higiênico.
• Local para se alimentar, onde deverá estar o comedouro e a vasilha com água fresca.

Aprenda a reconhecer quando seu bebe está prestes a fazer suas necessidades e, no momento certo, leve-o ao local correto.
Quando ele tiver terminado, felicite-o, ele vai associar o ato de fazer suas necessidades no local correto com elogios e premiação. Mas se você surpreendê-lo fazendo no lugar errado, diga um NÃO com voz firme e leve-o no lugar certo.

É aconselhável ter um cercadinho para o filhote, com um berço, brinquedos, tapete higiênico, água fresca e comida, quando quiserem brincar com ele tirem ele do cercado, e assim que terminar a brincadeira coloque-o lá novamente. Ali será o seu espaço, quando quiserem sair ou que quando chegar visitas ele não vai ficar chorando, sabe que estará seguro no seu canto.

Não esfregue o focinho do seu bebe no coco ou xixi, nem bata nele durante o aprendizado.

O cão aprende por recompensa e nunca por castigo.

Posted:

Hvet - O cuidado que seu amigo merece

Ofereça a ele uma dieta adequada e balanceada e garanta que tenha sempre disponível água potável e fresca (ler Alimentação dos cães);

Faça exercícios com ele regularmente, de acordo com as necessidades da raça;

Treine seu cão com gentileza, brincadeiras e recompensas e nunca com punições – Dica: Elogie toda vez que ele ficar quieto e comportado. Seja brando na voz. Não importam as palavras. Cachorros não compreendem idiomas, são sensíveis ao tom de voz. Em outras palavras, compreenderão que se trata de um elogio ou uma repreensão pelo tom da voz, pelo modo como é dito e não pelo que é dito;

Se possível, prepare um local específico para ele em sua casa, seja um canil ou um espaço na área ou quintal;

Para evitar que seu cão fique deprimido ou mesmo entediado, mantenha-o, sempre que possível, em atividade, proporcionando brincadeiras;

Proteja a saúde de seu animal de estimação, levando-o ao veterinário sempre que estiver doente ou machucado, assegurando a ele também visitas de rotina ao consultório para atualização de vacinas e tratamentos. Esteja sempre atento ao aparecimento de sintomas de doenças;

Filhotes podem ser muito fofos e simpáticos, mas também podem gerar alguns problemas. Por isso, esterilize seu animalzinho a partir da idade permitida;

Muitos cães precisam socializar com outros animais e pessoas, especialmente na juventude. Dê a ele oportunidades de se relacionar. Ensine a sua família, amigos e filhos a interagir com seu cão;

Se você tem filhos e está preocupado sobre a segurança deles na presença do seu cão, tome algumas precauções. Se a criança ainda é um bebê, incapaz de compreender ou seguir suas orientações, nunca a deixe sozinha perto do seu cachorro. Se a criança já é mais velha, ensine-a como interagir com o animal, evitando que ela o provoque. Certifique-se de que seu cão esteja bem treinado. Ao primeiro sinal de agressão, leve-o a um treinador experiente.

Quando for viajar, deixe seu bicho de estimação em boas condições ou, se possível, leve-o para viajar com você – (saiba mais em: Posse responsável);

Respeite os direitos das pessoas que não têm animais de estimação ou daqueles que não gostam de bichos. Mantenha o seu cão sob controle enquanto estiver em locais públicos e sempre recolha suas fezes;

Lembre-se: seu cãozinho depende de você. Cuide dele com amor, atenção e carinho. Assim você terá um animal feliz, saudável. Um amigo para a vida!

Posted: